Quem tem crianças em casa conhece bem a dificuldade que é manter os ambientes sempre organizados e sem brinquedos espalhados por todos os lados. Não existe uma regra de como organizar brinquedos em sua casa, porém existem alguns pequenos “truques” que podem ser extremamente úteis para você conseguir manter tudo arrumado e, de quebra, explicar para os seus filhos às regras de ordenação com os seus pertences.

A diversão é fundamental para o processo de desenvolvimento da criança, mas também é preciso que elas criem o hábito de organização dos seus brinquedos.

Pensando no desafio diário de quem enfrenta essa rotina, separamos algumas dicas que vão tirar todas as suas dúvidas quanto a arrumação do espaço e as melhores formas de organizar os brinquedos espalhados pela casa de forma simples. Confira!

Quarto de criança bagunçado – Onde guardar brinquedos?

Um dos desafios mais comuns de quem precisa organizar os brinquedos dos filhos é conseguir fazer uma ordenação dos objetos em um espaço limitado. Listamos algumas dicas de como organizar brinquedos em um quarto pequeno, mas em muitos casos, os pais costumam investir em móveis novos ou objetos feitos sob medida para o ambiente.

Apesar da compra de novos utensílios ser uma opção, é possível planejar o cômodo dos seus filhos de modo bem organizado, sem a necessidade de investir em um móvel que pode se tornar futuramente um impeditivo para mudanças e espaço nos ambientes – além de ser interessante deixar os brinquedos sempre em uma altura acessível à criança, para que eles possam aprender a organizar o ambiente depois da brincadeira.

Uma opção cada vez mais comum é a criação de objetos artesanais – feitos a mão a partir de itens que aparentemente não têm mais utilidade – um método bastante conhecido como Do It Yourself (DIY).

Separamos algumas ideias bem legais e fáceis para você descobrir como organizar brinquedos gastando pouco. Veja a seleção e descubra o melhor método para o quarto das crianças!

Como organizar brinquedos em um quarto pequeno?

Um dos desafios mais comuns de quem precisa organizar os brinquedos dos filhos é conseguir fazer uma ordenação dos objetos em um espaço limitado. Vira e mexe aparecem algumas dicas de como organizar brinquedos em um quarto pequeno na internet ou mesmo em programas de televisão, entretanto, em muitos casos, é dito que você deve investir em móveis novos ou objetos feitos sob medida para o ambiente.

Apesar da compra de utensílios ser uma ótima opção, é possível planejar o cômodo dos seus filhos sem a necessidade de gastar muito. Um exemplo claro disso é a criação de objetos artesanais – feitos a mão a partir de objetos que não têm mais utilidade.

Separamos algumas dicas bem legais e fáceis para você descobrir como organizar brinquedos gastando pouco. Veja a seleção e descubra o melhor método para o quarto das crianças!

1. Baú grande para guardar brinquedos de caixas de papelão

A opção de usar caixas de papelão e criar um baú grande para guardar brinquedos é uma das mais simples soluções voltadas para quem quer otimizar o espaço e organizar os objetos de forma rápida e fácil. Além disso, acaba sendo uma saída bem prática para que as crianças consigam criar o hábito de guardar os brinquedos depois de usar.

Para reforçar as caixas de papelão você pode revestir suas laterais com folhas EVA coloridas, fitas adesivas ou mesmo com bordados de tricô que, além de deixá-las mais firmes e bonitas, ajudam a dar mais harmonia ao ambiente e combinar a personalização das caixas com o resto dos móveis e decoração do quarto.

2. Cesto de tecido para guardar brinquedos

Se você tem familiaridade com a linha e a agulha outra possibilidade para auxiliar sua organização é o cesto de tecido para guardar brinquedos. Esses objetos podem ser pendurados em diferentes lugares da casa e garantem uma ótima mobilidade para levá-los a outros cômodos.

A personalização dos cestos de tecido também pode ser feita de diversas formas, com combinações de cores e estampas a seu gosto. Caso os cestos não sejam do seu agrado, você pode optar por usar um saco, ou até mesmo uma bolsa de tecido para guardar os brinquedos. Todas as opções são bem simples de fazer e exigem os mesmos materiais na sua composição.

A melhor parte de adotar o cesto de tecido para organizar brinquedos é que você terá uma ampla gama de opções que podem se complementar e te dar mais liberdade na arrumação de um quarto, possibilitando escolher os tamanhos e a disposição deles no ambiente.

3. Caixas organizadoras DIY – Um lugar para guardar brinquedos

Outro lugar para guardar brinquedos é em caixas organizadoras feitas por você (Do It Yourself), utilizando materiais recicláveis ou mesmo aproveitando caixotes velhos que não têm mais uso.

Tanto aquelas caixas de madeira que se pode encontrar na feira, bazares e brechós, quanto as de plástico vendidas em lojas de utensílios domésticos podem ser revestidas por EVA para ficarem mais firmes e garantir a segurança necessária para serem deixadas próximas das camas dos pequenos.

É possível nomear e até personalizar as caixas com imagens e letras que ajudam na associação, leitura e desenvolvimento da criança, despertando também o seu senso de organização.

Como arrumar brinquedos no quarto

As caixas ainda permitem que você às empilhe para melhorar a mobilidade e organização do espaço, sendo possível até mesmo combiná-las com rodinhas para facilitar o transporte dos brinquedos para outras partes da casa.

Todas essas etapas, além de ajudar na organização dos brinquedos, permite que você ensine seu filho a organizar os seus objetos, mesmo que não estejam no quarto, mostrando para ele que, depois de brincar, tudo deve voltar para seu lugar.

Manter tudo organizado deve ser como uma recompensa da sua brincadeira, onde as crianças exploram sua criatividade, ordenação e disciplina.

Ideias para guardar brinquedos com pouco espaço

Existem diversos métodos para te ajudar na hora de guardar brinquedos com pouco espaço disponível. Em boa parte deles não é preciso gastar muito dinheiro para se fazer e podem ser criados com um pouco de paciência, imaginação e criatividade.

Uma dica bem interessante é buscar referências na internet antes de começar o seu projeto. Dessa forma, você pode imaginar como o objeto que está sendo desenvolvido vai ficar no quarto e se ele será o suficiente para manter a organização do espaço e dos brinquedos dos seus filhos.

Entretanto, se os objetos mais simples não forem o bastante e você tiver um bom espaço disponível em sua casa, é possível implementar alguns móveis dedicados à organização de brinquedos que podem ser comprados justamente para complementar a estrutura da sua casa e facilitar a organização, isso inclui estantes, arrumadeiras, cestos, baldes, latas, potes, e tudo aquilo que pode fazer parte do cantinho das crianças.

Geralmente, criar um espaço dedicado à organização dos brinquedos de seus filhos demanda um custo bem maior, mas também conta com alguns benefícios interessantes. O planejamento do “quarto de brinquedos” consiste em diversas etapas, começando pela mobília que vai usar, até decorações, cores, iluminação, espaço, entre outros.

Um espaço dedicado aos brinquedos permite que tudo fique do jeitinho que você planejar.

4. Armário para guardar brinquedos

Uma das formas mais tradicionais para se guardar objetos é separar um espaço em seu guarda-roupas e deixá-los agrupados no meio dos seus pertences. No caso dos objetos das crianças, um armário para guardar brinquedos dedicado apenas à isso é super bem-vindo, principalmente se ele oferecer espaço o bastante para caber todos os objetos dos seus filhos.

Na hora da compra de um armário para guardar brinquedos é preciso levar em consideração alguns pontos como: a resistência do móvel, suas prateleiras e principalmente a sua altura, que pode não ser compatível à da criança, dificultando a retirada dos objetos, e até suas cores, para não destoar da decoração do ambiente escolhido.

Também é importante pensar na estrutura do armário para organizar brinquedos e como serão as suas portas. Vale lembrar que a segurança tem que estar em primeiro lugar em sua lista de prioridades e não adianta o móvel ser funcional se colocar em risco a integridade das crianças.

5. Prateleiras e nichos para colocar brinquedos

Os suportes fixos têm se tornado cada vez mais comum para colocar objetos do cotidiano e até mesmo itens decorativos na sua casa. Porém, o uso de nichos para colocar brinquedos revelou outras utilidades incríveis para esses suportes.

Por serem encontradas facilmente em casas de material de construção e terem um custo relativamente baixo, o uso dessas armações se popularizou bastante e se tornou uma ótima opção para quem prefere tirar os brinquedos do chão e criar uma decoração mais chamativa no quarto dos filhos.

Apesar de ter muitos benefícios, a instalação dos suportes pode trazer alguns custos extras que você precisa estar ciente. Dentre eles, gastos para furar a parede e até a necessidade de pintá-la novamente podem aparecer e, portanto, valem a pena ser considerados em seu planejamento.

Uma dica é a de sempre deixar os brinquedos de preferência da criança próximos ao chão ou à altura delas para que elas criem uma independência em pegar o que querem e organizar seus pertences da forma que bem entendem, pois é algo que as crianças fazem diariamente e se um nicho é instalado em um local muito alto, pode ser perigoso, ocasionando quedas.

Você também pode pesquisar referências na internet ou de imagens sobre como organizar brinquedos em prateleiras e tentar replicar no quarto das crianças. Veja o que combina com o ambiente e como elas vão interagir com os brinquedos que estiverem suspensos.

Inove nas formas de organizar os brinquedos que ficam espalhados pela casa, ou se preferir, crie um espaço dedicado à leitura e coloque os livros que vocês podem ler juntos. Um ambiente interativo é extremamente importante para valorizar e se dedicar no seu momento com seus filhos!

6. Caixa para organizar brinquedos

Se você gostou da ideia dos baús que podem ser feitos com caixas, mas não quer ter o trabalho de personalizar os objetos, uma alternativa é comprar uma caixa para organizar brinquedos já pronta.

Em lojas de utensílios para sua casa ou até mesmo vendinhas de R$ 1,99 você consegue encontrar caixas organizadoras de plástico de diversos tamanhos e cores que vão combinar perfeitamente com o resto do quarto, essas caixas podem ter tampas e formatos diferentes, ou ainda serem transparentes o que ajuda a criança a visualizar os objetos que estão dentro e manter sempre a organização.

Esses modelos de caixas organizadoras, são mesmo muito úteis, mas atenção: é preciso planejar a organização do cômodo para que as caixas não atrapalhem seu acesso à outras mobílias e, ao mesmo tempo, estejam em um lugar de fácil para que seu filho guarde os brinquedos quando terminar de brincar.

Não adianta elas serem funcionais, mas ao invés de ajudar, atrapalhar sua organização.

7. Móveis planejados e multiuso

Atualmente as pessoas estão preferindo residir em casas e apartamentos menores e isso faz com que os móveis tenham que ser planejados para caber no espaço limitado, sem atrapalhar o acesso aos outros pontos da residência.

Portanto, pensar em um armário ou cômoda personalizada para o quarto das crianças pode ser uma solução para esse problema. Além de ser otimizado para aproveitar ao máximo o espaço, geralmente, a mobília feita sob medida é pensada para combinar com a decoração do resto do ambiente – economizando o seu trabalho de ir atrás de algo específico em diversas lojas diferentes.

Ao planejar os móveis você também pode optar por criar estruturas multiuso, que já tenham espaços para o armazenamento de brinquedos em sua própria construção.

Além de poder usar cores e materiais específicos para esse fim, a disposição organizada dos brinquedos vai influenciar seu filho nas brincadeiras e ajudá-lo a usar e abusar da criatividade e imaginação

8. Camas box

O investimento em camas com espaço na parte de baixo para guardar objetos também é uma possibilidade para quem busca armazenar os brinquedos e evitar que fiquem espalhados pela casa.

O custo de uma cama com o box é maior do que o de uma sem o lugar para armazenamento, porém, é possível economizar um grande espaço do cômodo com o que cabe dentro do seu “baú”. Neste caso, vale a pena mensurar o custo-benefício do móvel que você quer comprar, assim como entender qual é a sua necessidade de organização.

9. Fazer um quarto para brinquedos

Se a sua disponibilização de espaço for ainda maior é possível criar um ambiente totalmente dedicado às brincadeiras dos pequenos. Um “quarto de brinquedos” é uma solução incrível para acabar com a bagunça espalhada pela casa, já que é um espaço voltado para as crianças guardarem seus pertences sem a preocupação de deixá-los espalhados ou jogados.

Mesmo assim, ainda é preciso estabelecer um sistema de organização dentro do quarto. Manter os brinquedos dentro de caixas ou organizados na estante não ajuda somente na agilidade de encontrar algo, também serve de exemplo de organização para as crianças, onde elas podem usar a imaginação e desenvolver seu próprio senso de disciplina.

Como arrumar brinquedos no quarto

O sistema de organização por cores ou associação de imagens, é bem importante para o processo de organização que seu filho poderá manter sozinho.

Obviamente não é fácil ensinar o processo de arrumação logo de cara, porém, se essa etapa se tornar um sistema prazeroso para a criança, onde ela tenha que associar as cores, imagens, entender as letras, a tendência é que cada vez mais ela compreenda a importância dessa ordenação.

10. Design interativo

Planejar um quarto especial e com uma decoração totalmente voltada para a criança é uma das melhores maneiras de controlar todo ambiente e a interação que eles terão terão com o ambiente onde eles poderão passar boa parte de seu tempo.

Pensar em lugares estratégicos para deixar os brinquedos e combiná-los com alguns móveis sob medida permite criar um quarto onde as crianças podem se sentir muito bem – e essa é a ideia! Quanto mais acolhedor, criativo e ordenado for o ambiente, mais fácil eles conseguiram desenvolver novas habilidades sem a necessidade da ajuda de um adulto a todo momento.

Lembrando que é preciso determinar quais serão os objetos que vão ficar ao alcance das crianças. Mas se o planejamento do quarto for acompanhado de perto pelos pais, algumas alterações podem ser feitas durante a criação do espaço de forma rápida.

Ideias para separar brinquedos

Escolher uma dentre essa variedade de métodos de organização pode ser bastante complicado se você não tiver em mente o que quer fazer. Vale lembrar que a ideia de organização é fazer com que as crianças sejam capazes de fazer o arranjo dos seus brinquedos sozinhas e, com o tempo, isso se torne um hábito para elas depois de brincar.

Para ajudar a criar essa rotina na família, é possível combinar os métodos que listamos anteriormente com algumas dicas práticas que vão ajudar todos no começo da sistematização.

Colocar etiquetas nas caixas – Estabelecer um padrão de organização baseado em etiquetas nominais para cada tipo de brinquedo vai facilitar na hora de recolher os objetos espalhados e sua ordenação nas caixas. A adesivação pode ser feita tanto com etiquetas nomeadas quanto por figurinhas com imagens, caso seu filho ainda não saiba ler.

Separação por categorias – Outra forma simples que pode ajudar a motivar os pequenos a deixar tudo em ordem é a separação dos brinquedos pela categoria em que ele se enquadram, por exemplo, carrinhos, bonecos, bolas, etc.

Além de separá-los em quantidades menores para deixar as caixas mais organizadas, é possível combinar esse método com outras formas de arranjo, como dividi-los por tamanhos, tipos ou cores. Você escolhe a maneira que mais agrada a você e seu filho.

Estabeleça o melhor método para facilitar sua organização e praticidade!

Organização compartilhada entre irmãos: Se você tem mais de um filho sabe o quanto pode ser difícil fazer com que ambos compartilhem uma organização única. Entretanto, explicar para eles que dessa forma eles podem arrumar o quarto mais rápido pode fazer com que eles “entrem em acordo” e aceitem deixar tudo junto, otimizando ainda mais o espaço do ambiente.

Com isso, você pode fazer com que eles também entendam que ambos precisam fazer a sua parte para que tudo fique certo.

Estabelecer regras e rotinas – Colocar horários para as crianças fazerem as coisas pode facilitar sua adoção às tarefas diárias que, em pouco tempo, se tornarão hábitos corriqueiros.

A melhor forma de implementar isso para seus filhos é delimitando horários e atividades que devem ser feitas todos os dias. Faça com que eles saibam o que devem fazer sem que ninguém tenha que ficar insistindo diretamente.

Permita que as crianças se tornem independentes em seus métodos de organização, mas estabeleça um padrão no qual ela deve enquadrar seu sistema de ordenação.

Organizar os brinquedos em outras partes da casa – No começo pode ser meio complicado fazer com que seus filhos adotem as novas regras de organização de brinquedos, mas para contornar essa “resistência” às mudanças, você pode espalhar cestos de tecido e caixas para guardar brinquedos em outros cômodos da casa e até mesmo dentro do carro.

Deixe que eles criem seu senso de organização com o costume de fazer isso diariamente.

Fazer com que seja divertido – Não adianta tentar forçar as crianças a guardarem os brinquedos se não for uma atividade que lhe gere um certo prazer ao concluir.

Ao invés de impor as regras tente mostrar para ela o benefício que terá se guardar tudo em seu devido lugar. Se for preciso, crie métodos de gamificação para tornar as atividades mais lúdicas.

Lembre-se que você só terá resultados positivos com a organização se a criança tornar o sistema criado em um hábito do seu cotidiano.

Explicando para as crianças como organizar brinquedos

Talvez o maior desafio para fazer com que as crianças entendam a importância e como organizar brinquedos seja o de convencer que aquele momento “chato” de recolher as coisas espalhadas pela casa vai lhe trazer benefícios mais tarde.

Para que ela consiga colocar em prática a organização você tem que lhe dar a autonomia sobre a maneira que vai fazer as coisas.

Imagine que cada um tem uma forma de se organizar, se você tentar empurrar e forçar o seu método para a pessoa, muito provavelmente não terá o retorno desejado. Dessa forma, a frustração de ambos será iminente. Porém, quando você mostra que confia nos seus filhos para que façam as suas próprias escolhas, acaba permitindo que eles tomem suas próprias decisões.

Por esse motivo é preciso pensar em toda estrutura organizacional antes de implementá-la.

Procure deixar os brinquedos ao alcance das crianças, pois, mesmo que no primeiro momento pareça que elas vão criar mais bagunça, aos poucos elas vão percebendo que podem brincar com aqueles objetos e não vão mexer em outras coisas da casa.

Como arrumar brinquedos no quarto

Tente ser o mais lúdico possível e verá como os seus filhos vão aprender rapidamente a melhor forma de organizar os seus brinquedos.

Ainda faltando espaço?

Mesmo com organização e a instalação de móveis dedicados aos brinquedos, é possível encontrar diversas barreiras para montar uma estrutura funcional para o arranjo do quarto de criança bagunçado.

Uma coisa que pode ajudar a evitar essa situação é ficar sempre atento aos objetos que seus filhos mais brincam e quais eles já não ligam mais. Esses brinquedos, assim como os que não estão mais em condição de uso, podem ser separados dos demais para liberar espaço no quarto. A doação para instituições de caridade é uma opção para quem precisa se livrar de alguns dos pertences.

Entretanto, fique atento para mandar apenas os brinquedos que outras crianças vão poder aproveitar. Objetos quebrados e velhos demais não terão utilidade para a doação, então separe-os dos demais e procure algum lugar que possa jogar fora.

Mas se você precisa otimizar o seu espaço e que não quer abrir mão dos brinquedos, pois pretende guardar para o próximo filho ou para alguém da família, a melhor recomendação é utilizar um Self Storage para guardá-los com segurança pelo tempo que for preciso.

Na Moby Self Storage você pode alugar boxes e personalizar suas dimensões conforme as suas necessidades, customizando o espaço conforme a quantidade de objetos e caixas que precisa guardar.

Nossos contratos são mensais, incluem vigilância 24h por câmeras e guardas no local, serviços de limpeza no galpão, além de carrinhos e paleteiras para auxiliar no transporte de objetos mais pesados para dentro dos espaços.

As unidades de São Paulo e Rio de Janeiro ainda contam com grandes estacionamentos para facilitar a manobra de veículos e sua carga e descarga. Além de dispor também de materiais próprios para armazenamento, como caixas, plástico bolha e fitas – tudo para facilitar sua organização!

Com a Moby Self Storage você pode guardar todas os seus bens com a maior segurança pelo tempo que precisar.

Quer saber como o self storage pode ajudar você? Venha tomar um café conosco e conheça os nossos espaços disponíveis para você e sua necessidade.

Compartilhar